Acórdão nº 9650059 de Tribunal da Relação do Porto, 20 de Maio de 1996

Magistrado Responsável:ABILIO VASCONCELOS
Data da Resolução:20 de Maio de 1996
Emissor:Tribunal da Relação do Porto
RESUMO

I - Só é lícita a dedução de pedido genérico quando o autor ignora ou ainda lhe não é possível saber ou calcular com exactidão a extensão integral dos danos sofridos.

 
TRECHO GRÁTIS

N Privacidade: 1 Meio Processual: AGRAVO.

Decisão: PROVIDO.

Área Temática: DIR PROC CIV.

Legislação Nacional: CPC67 ART471 N1 B.

Sumário: I - Só é lícita a dedução de pedido genérico quando o autor ignora ou ainda lhe não é possível saber ou calcular com exactidão a extensão integral dos...

Para continuar a ler

PEÇA SUA AVALIAÇÃO